quinta-feira, 5 de maio de 2016

Deixar ir... Desapegar...


Deixar ir... Desapegar...

Nem sempre é fácil, ou confortável!
Muitas vezes estamos acomodados,
e qualquer mudança em sua rotina 
nos tira a estrutura.
Mas desapegar e deixar ir,
significa que não paramos no tempo,
significa que entendemos que a vida
precisa seguir o seu curso, 
como o rio que vai para o mar.
Hoje acordei e decidir raspar os cabelos
tirar a barba...
Para um monge, essa ação
significa não pertencer a castas
ou um status...
Quero está livre, mesmo que as asas
estejam machucadas pelo peso do tempo,
Quero está livre, pois a vida é curta demais.
Por isso, eu deixo ir as coisas que não quero mais para minha vida,
Por isso, eu desapego do que não me faz bem.

(Rafael Oliveira)