quarta-feira, 15 de abril de 2015

Poemas do Oriente: Estou Partindo - Rumi

ESTOU PARTINDO
 
- Por Rumi -
 
Fica, se te interessa.
Através dos jardins, através dos pomares,
Estou partindo.
 
Meu dia é sombrio sem sua face,
Eis porque me dirijo agora
À chama brilhante no céu.
 
Minha alma corre à frente e diz:
O corpo é lento demais,
Estou partindo.
 
Maçãs exalam no pomar de minha alma.
Seu perfume me invade
E me transporta para a colheita das maçãs.
 
Ventos súbitos não me desviarão;
Qual montanha de ferro,
Cada um de meus passos
Dirige-se ao amado.
 
Minha cabeça rompeu-se
Com a dor de sua perda;
Em busca de uma nova vida,
Cabeça erguida,
Estou partindo.
 
Sou fogo vivo e mais pareço betume;
Quero ser óleo límpido em tua lâmpada
E por isso parto.
 
Pareço imóvel como a montanha,
Mas sigo, pouco a pouco,
Em direção à pequena fresta.
 
Estou chegando…
 
(Texto extraído do livro “Poemas Místicos” – Editora Attar).
 
- Nota de Wagner Borges: Jalal Ud-Din Rumi foi um brilhante poeta sufi que viveu no século 13, na antiga cidade persa de Balkh, onde hoje é o Afeganistão. É considerado como um dos grandes poetas místicos da antiguidade. Seus escritos exalam aquele perfume espiritual que só o coração reconhece. Para ele, Deus não era apenas o Senhor, mas “O Amado”. Ler os seus lindos poemas cheios de amor pelo Eterno é uma honra e uma inspiração.
 
 
Namasté.
 
Luz verde!
 
Rafa Self.